Nossos Serviços

Plano de Intervenção

A apresentação do Plano de Intervenção à CETESB deverá ocorrer para todas as áreas classificadas como Área Contaminada com Risco Confirmado (ACRi), após a execução da etapa de Avaliação de Risco, ainda que sua aprovação prévia à implementação seja obrigatória apenas para os casos de reutilização e de áreas contaminadas críticas, como determinam os artigos 64 e 66 do Decreto no 59263/2013, respectivamente.

Com base nessas premissas, os seguintes objetivos deverão ser adotados para a Elaboração do Plano de Intervenção, quando aplicáveis:

I. Controlar as fontes de contaminação identificadas;

II. Atingir o nível de risco aceitável aos receptores humanos e/ou ecológicos identificados;

III. Controlar os riscos identificados com base nos padrões legais aplicáveis.

Para o atingimento dos objetivos estabelecidos, deverão ser definidas as estratégias necessárias, que poderão contemplar:

a)A eliminação, contenção ou isolamento das fontes primárias e secundárias de contaminação;

b) A prevenção ou o controle da exposição dos receptores: i. Por meio da eliminação dos caminhos de exposição;

ii. Por meio da remoção dos receptores expostos; c) A remoção de massa de contaminantes;

d) A retração das plumas de contaminação;

e) A contenção do avanço das plumas de contaminação de modo a evitar o atingimento

ou o agravamento da contaminação de corpos d’água superficiais e subterrâneos.

Diferenciais

  • Equipe própria
  • Excelência na elaboração
  • Buscar a melhor relação de custo - benefício
  • Plano de Intervenção

    Galeria